Descubra qual setor de uma agência de publicidade combina mais com você

Se você estuda ou pretende estudar Publicidade e Propaganda, com certeza já deve ter pensado em trabalhar em uma agência. Esse modelo de negócio, inaugurado no começo do século passado continua muito popular até hoje. Mas você sabe em quais setores você pode atuar dentro de uma? 

Antes de mais nada, é importante saber que existem agências de todos os tamanhos. Elas podem ser formadas por duas ou por dezenas de pessoas. Portanto, por vezes alguns departamentos se “fundem” devido ao tamanho da empresa, mas nós listamos a seguir os principais setores das agências tradicionais para você descobrir qual deles combina mais com você.  

 

Atendimento  

Se você já pesquisou sobre esse assunto na internet, provavelmente já leu que “o atendimento publicitário funciona como uma ponte entre agência e o cliente”, certo? 

Mas essa definição faz surgir outra questão: o que exatamente faz essa “ponte”? 

A pessoa do atendimento é responsável por manter um contato direto da agência com os seus clientes e possíveis clientes. É o atendimento que elabora os famosos briefings – se você não sabe o que isso significa, deveria ler nosso último post sobre o dialeto da publicidade, que contém o significado dessa e de muitas outras expressões importantíssimas nesse meio. 

Além da elaboração deste documento, o atendimento também é responsável por apresentar o briefing para os outros profissionais da agência, que devem ser articulados para desenvolver um job. Cabe ao atendimento também realizar a aprovação do trabalho desenvolvido a partir do que foi solicitado. Por isso, ele pode ganhar fama de “chatinho” entre o pessoal da criação. 

Boa comunicação e domínio da oratória são os requisitos principais para um bom atendimento publicitário, além de ser simpático e paciente para lidar com os clientes e com situações imprevistas ou adversas que podem acontecer ao longo do processo. 

Planejamento e pesquisa 

Uma campanha publicitária não nasce do nada. Os profissionais de planejamento – que muitas vezes também acumulam a função de atendimento – precisam interpretar e organizar as informações do briefing e, a partir delas, realizarem o brainstorm com a equipe envolvida no job, e posteriormente levantarem pesquisas e dados a respeito do mercado e do cliente, para poderem criar estratégias adequadas para resolver o seu problema. 

Além disso, o pessoal do planejamento fica responsável pela gestão do orçamento disponível para a campanha. Por isso, se você deseja ser um profissional da área de planejamento prepare-se para ter uma organização impecável, estar sempre atualizado e bem informado e saber interpretar dados. 

Criação  

Os profissionais que integram uma equipe de criação podem variar muito de acordo com a agência e seu tamanho, mas uma coisa é certa: os redatores e diretores/assistentes de arte se encontram nesse setor. E, muito geralmente, se organizam em duplas de criação.  

A redação fica responsável não só pelos textos, mas, muitas vezes, pela criação do conceito da campanha, anúncio ou peça em desenvolvimento também. Já o design gráfico fica responsável pela identidade visual e todos os elementos que a compõem no job em questão. 

Para atuarem juntos, é necessário que a dupla seja composta por pessoas que tenham uma boa comunicação entre si e que façam o fluxo de trabalho funcionar. 

Para fazer parte da redação, é necessário ter um bom domínio da escrita e da gramática, além de ter conhecimento sobre as estratégias de redação publicitária e bastante criatividade; enquanto que na área de design, é necessário dominar as ferramentas de edição e os fundamentos da linguagem visual e ter bastante criatividade também. 

Mídia  

O profissional de mídia é responsável por definir e conseguir os melhores canais para a veiculação das campanhas, peças e anúncios desenvolvidos pela agência para os seus clientes. É sua função também orçar toda a veiculação da campanha. 

Para trabalhar com mídia é importante dominar a arte de fazer planilhas, para conseguir descobrir as soluções mais vantajosas para os clientes, além de ser um bom negociante para conseguir os melhores preços de veiculação. Por esse motivo, manter uma rede de bons contatos nos veículos de comunicação pode ser muito útil também. 

Foto de destaque por Austin Distel on Unsplash