A vida depois do curso de Publicidade e Propaganda com João Risso | PUC Minas

 

Olá ex-alunos e ex-alunas da Publicidade e Propaganda que estão perdidos depois do fim da graduação! Queremos te ajudar quando bater aquele sentimento de “e agora?”! Nosso ex-aluno João Risso, formado em 2017, contou pra gente sobre esse momento e os aprendizados que teve depois de encerrar o ciclo aqui no curso mais amor da PUC Minas Poços de Caldas: Publicidade e Propaganda! 

 

Então prepara o lápis para anotar as dicas que ele deu e lembre-se que todo ciclo é feito de altos e baixos.  

 

Qual fui seu maior medo ao sair da graduação de publicidade e propaganda? 

Acho que o mesmo que todos, aquele sentimento de ‘pts e agora? Será que vou conseguir um trabalho na área?’ E também de enfrentar o mercado de trabalho. 

 

Você teve receio de não conseguir emprego na sua área? 

Sim! Creio que é comum sentir esse receio, mas é só não desviar o foco que dá certo! 

 

Qual sua primeira atitude ao deixar a faculdade de publicidade e começar a vida de formada? 

Chorar em posição fetal! Mentira kkkkkk. Quando estava na faculdade fiz alguns estágios e já fazia freela como fotógrafo, então, juntei todo material que produzi durante o estágio e esse período que fiz freela, então montei um portfólio com meu material. Mandei o portfólio que montei para algumas agências e a primeira que mandei já me retornou. Fiz a entrevista e comecei a trabalhar lá!  

 

Você teve oportunidade de fazer estágio durante a graduação na comunicação? Se sim conta para gente como foi essa experiência. 

Sim!! E foi demais! Hoje vejo que foi a parte mais importante da minha graduação. No estágio aprendi na prática o mercado de trabalho, vi de perto o funcionamento de uma agência e pude ter mais noção ainda na área que quis seguir. Sem contar que fiz um network incrível, conheci várias pessoas que hoje são meus clientes, amigos e colegas de trabalho. 

 

Qual área você pensava em seguir no começo do curso de publicidade e propaganda? Mudou quando chegou ao fim da graduação? 

Desde antes da faculdade eu já tinha interesse na fotografia e me arriscava nela, conheci o Photoshop e comecei a fazer algumas manipulações aí quando vê já estava fazendo algumas “artes” para mim. Aí pesquisei sobre pp e me interessei muito na área de criação e áudio visual. No final da graduação estava trabalhando na área de criação em uma agência e fotografando. Sempre fui apaixonado nesse mundo, então não mudei. 

 

Você pensou em fazer/fez pós-graduação? Se sim, em que área? 

Ás vezes penso, mas acho que cursos rápidos e direcionados para a área que atuo me atende melhor do que uma pós-graduação. Então estou sempre fazendo cursos e workshop para estar sempre atualizado no que está rolando na fotografia e na publicidade. 

 

Com o que você trabalha atualmente? 

Atualmente eu trabalho com fotografia e publicidade juntos! Acho que consegui unir um pouco das duas, vejo minha fotografia com uma pegada comercial, sempre gosto de trabalhar direto para marcas assim levo um pouco das minhas referências junto com a fotografia comercial que a marca precisa. Também trabalho com mídias sociais, fazendo mentorias com estratégias publicitárias para marcas e influenciadores. 

 

Qual sua dica para quem está começando no mercado de trabalho? 

A gente tem que ser cara de pau mesmo!!! hahahaha qualquer oportunidade que você tem de vender seu peixe, você faz a sua! Sempre estar no meio que você quer atuar, fazendo contatos para eles não esquecerem de você e claro, mandar e-mail até sua caixa ficar sem espaço, porque uma hora vai! 

 

Você acha importante começar a estagiar no começo da graduação? 

SIM! Demais, só assim a gente tem a oportunidade ver em que área realmente queremos atuar e que gostamos também! 

 

Você acha possível exercer jornada dupla? (EX: Home Office e freelancer) 

Demais!!! A minha graduação toda eu fiz jornada dupla! Sempre fiz freela de fotografia, nunca deixei ela de lado! Afinal, ela quem me trouxe até a pp! 

 

Você ficou nervosx na sua primeira entrevista de emprego? Como foi? 

Então, como disse lá em cima eu mandei meu portfolio para várias agências e a primeira me respondeu, a Anônima (<3), e ela queria fazer a entrevista no outro dia, porém não estava aqui em poços, então foi por telefone mesmo, e foi supertranquilo. Mas minha primeira entrevista de estágio eu estava super nervoso e com medo, mas graças a deus era uma entrevista teste, aí eles escolheram a minha arte. 

 

Qual sua dica para quem está enfrentando a primeira entrevista? 

Confia no seu trabalho e no seu portfólio, acho que eles te descrevem muito. E se der medo, vai assim mesmo que é mais legal. Não é frase clichê, só quem viveu sabe (né Gabi kkk). 

 

Você tem costume de guardar/investir uma parte do seu salário? 

Sim! Hoje em dia sou autônomo, então guardo uma parte que ganho para alguma emergência, uma parte para equipamentos e outra para viver! 

 

Já ficou desmotivado trabalhando em algo que gosta? Como foi lidar com essa situação? 

Sim! Sempre rola. A que mais me marcou foi quando fui fotografar uma banda que de começo me identifiquei muito e tive uma ideia muito massa, ia ficar a cara deles. Mas infelizmente eles não entenderam o conceito e na hora quiseram fazer do jeito deles. Que não deu muito certo! Quando entreguei o material, eles queriam pagar metade e em seguida fizeram a ideia parecia com a minha com outro profissional. Isso me desmotivou muito! Mas vou fazer o que? Nem Jesus agradou todo mundo né? Respirei fundo e logo fui pensar algo que gostaria de fazer para me animar novamente e seguir em frente! A vida é essa roda gigante! 

 

Como lidar com a ansiedade quando se tem que entregar um projeto com prazo apertado? 

Então, não sei, acho que não existe uma resposta para essa pergunta! Se existir me fala aí! hahahahah 😉 

 

Qual sua dica para quando bate aquele bloqueio criativo? 

Não somos máquinas criativas que temos ideias a qualquer momento, então é supernormal ter esse bloqueio. Para ajudar eu gosto de fazer coisas que me distraem a cabeça, gosto de consumir filmes, séries, documentários, vídeos e salvando várias coisas no Pinterest. Quando preciso sempre corro para as minhas pastas, é sempre útil para esses dias. 

 

Já trabalhou em outra área que achou que não ia gostar e acabou gostando? 

Já! Na parte de atendimento e assessoria, eu adorei, foi uma área que aprendi muito e aprendi muito a vender meu material hoje em dia! Trabalharia feliz um dia como atendimento ou assessoria! 

 

Já teve portfólio “fantasma” par ajudar a achar clientes? Acha que é um bom caminho para abrir portas? 

Não, comecei a fazer artes nos estágios, então peguei o material que criei lá! Mas já criei vários ensaios autorais para vender meu material e isso dá muito certo. Acho que não existe o certo ou errado! Você tem que criar suas oportunidades e não passar por cima de nada e ninguém. 

 

O que você tem a dizer para quem está vivendo o momento de fim de faculdade? 

Se você está lendo isso pós pandemia, aproveita muito seu último período. A faculdade é um momento único e nunca vai acontecer de novo! (SDDS :,/) quando acabar foca na sua carreira e no que você quer para o seu futuro que vai dar certo, faça sua oportunidade acontecer e corra atrás do que você sonha! Uma hora sai! Mas aproveite cada segundo da faculdade antes de tudo isso! <3 hahahahhhaha 

 

Gostou do bate papo? Então pode anotar que vai rolar sempre por aqui! Não deixe de seguir a gente nas redes sociais vizinhas, Linkedin, InstagramFacebook, para não ficar desatualizado.