LabCom é o Laboratório de Convergência Midiática do curso e um dos lugares preferidos dos entusiastas do audiovisual. É nele que se encontram os estúdios de produção audiovisual, as ilhas de edição e todos os equipamentos de áudio, foto e vídeo necessários para a realização das aulas práticas, tão importantes para a formação publicitária, fortemente marcada pelas mídias e redes sociais.  

Além de ser espaço de aulas práticas, o Labcom oferece suporte para a realização de todos os trabalhos que exigem a produção de fotos, áudios e vídeos, incluindo os vídeos clipes – o trabalho audiovisual mais desafiador proposto aos discentes. E se o projeto for fora da universidade, não tem problema: os alunos podem pegar os equipamentos disponíveis emprestados, basta agendar!  

É no LabCom também que os maiores talentos de audiovisual do curso são descobertos e aprimorados. Desde a seleção de casting e produção, até a edição do material final: fazendo monitoria no LabCom os alunos têm a chance de vivenciar a rotina e a dinâmica de uma produtora de conteúdo audiovisual real, atendendo demandas da Agência Laboratório e de clientes parceiros do terceiro setor. 

De lá já saíram trabalhos incríveis, que são motivo de orgulho tanto para os alunos quanto para os professores, e você pode encontrá-los acessando o canal do LabCom no YouTube.

DEPOIMENTO

Amanda Veronesi

Meu tempo no LABCOM foi extremamente importante para tudo o que sou hoje. Do ponto de vista pessoal, fiz amigos para a vida inteira, além de várias relações que me ajudaram muito na minha carreira.

E do profissional, me encontrei no audiovisual. Hoje, sou produtora executiva e assistente de direção de uma produtora de filmes em Campinas e amo o que eu faço! Tudo porque 10 anos atrás mergulhei nesse universo durante as monitorias (sim, monitoriaS)!

Fiz RTV na Helvética! e o Projeto de Extensão "SonoraIdade", um projeto incrível no qual gravávamos programas reais e discutíamos a história do rádio com idosos da cidade. Além disso, teve também a monitoria de vídeo por mais de um semestre.

Eu vivia no Laboratório, no Estúdio de Áudio, no Estúdio de Vídeo e nas ilhas de edição. Esse era o meu habitat natural. Sem dúvidas, o Labcom tem uma grande importância no momento atual da minha carreira.

@amanda_veronesi
DEPOIMENTO

Lais Queiroz

Desesperada que sou, tentei monitoria logo no primeiro semestre e não passei, fiquei devastada. Consegui entrar na Helvetica! no terceiro período. Escolhi Direção de Arte e decobri que a área não era pra mim.

Mais tarde acabei no LabCom e foi a melhor decisão que fiz dentro do curso. Se eu fosse relatar todas as histórias engraçadas/perrengues intermináveis/criações cabulosas vocês teriam que criar uma coluna semanal do tipo "Lais Falando por 5 Horas Seguidas".

Mas uma coisa que me marcou foi o documentário que desenvolvemos para a querida Gisele (profa de Cultura Religiosa) sobre as benzedeiras de Poços de Caldas.

Uma das entrevistadas foi a Dona Lúcia, uma mulher INCRÍVEL que emana luz e que despertou em mim a vontade de desenvolver minha espiritualidade (ou, pelo menos, ser menos cética). Ela me disse coisas tão lindas que até hoje me emociono. Na real todas as entrevistas foram incríveis e vou levar pra minha vida sempre.

Sou muito muito grata a todos os professores e técnicos do LabCom, aprendi muito e MORRO de saudade. Sem eles eu não teria vivido coisas tão legais e fora da minha zona de conforto.

@laisque
DEPOIMENTO

Asaph Teixeira

Fiz monitoria desde o meu primeiro período na faculdade. Comecei no projeto “Sonoraldade” e logo depois entrei para o LabCom, na vaga de vídeo. Eu passava o dia inteiro lá.

Hoje em dia, com mais maturidade, entendo que minha experiência no LabCom foi a minha base. Foi lá que aprendi a fazer networking e foi quando percebi que eu podia construir uma carreira no audiovisual.

Atualmente eu tenho uma produtora com mais dois amigos que conheci na época da monitoria. A Feeling Good praticamente nasceu do LabCom e hoje em dia nós contamos histórias de pessoas do mundo inteiro: já fomos para a Angola, para os Estados Unidos, rodamos o Brasil e atendemos marcas grandes, coisas que já foram sonhos um dia.

O curso em si foi extremamente importante para mim, porque me fez crescer não só como profissional, mas como pessoa, e desconstruir muitos conceitos e visões de mundo que tinha antes.

Mas, definitivamente, o período que passei no LabCom foi essencial, porque se não fosse a monitoria eu provavelmente não teria chegado até aqui, e talvez nem tivesse seguido o caminho do audiovisual.

@teixeira_asaph